Sindicato dos Atletas da Bahia

SALVADOR, 17 DE NOVEMBRO DE 2018
Redes
banner

Notícias

Candidatos a Presidente do E.C.Bahia

Em debate morno, presidenciáveis do Bahia só elevam o tom em considerações finais


Os três candidatos à presidência do Esporte Clube Bahia, Antônio Tillemont, Fernando Schmidt e Rui Cordeiro, participaram do debate promovido pela TV Bandeirantes, no programa Donos da Bola, nesta quinta-feira (29). Os principais pontos de discussão foram os problemas herdados da antiga gestão, como as dívidas, a falta de investidores e de jogadores de qualidades, o contrato com a Arena Fonte Nova, além da auditoria determinada pela Justiça durante o processo de intervenção. As eleições no clube acontecerão no dia 7 de setembro, na Arena Fonte Nova. O novo mandatário ocupará o cargo até final de 2014. 
 
Nos dois primeiros blocos, o debate manteve um clima amistoso. Na primeira parte da discussão, os concorrentes responderam a questões elaboradas pela direção do programa. De cara, os candidatos apontaram as primeiras medidas que serão tomadas caso sejam eleitos. Schmidt, da chapa “Diga sim a um novo Bahia”, afirmou que implantará um plano de emergência, no qual seria realizado um “levantamento da atual situação do Bahia”. Na mesma linha, Rui Cordeiro, da “Virada Tricolor”, afirmou que irá resolver os problemas financeiros da agremiação a partir de um planejamento. Já o candidato Antônio Tillemont deixou claro que irá reduzir o quadro de funcionários do clube, excluindo “aqueles que não queiram trabalhar”.
 
Um ponto em comum entre os três candidatos foi a questão do contrato com a Arena Fonte Nova e a redução do valor dos ingressos. Os concorrentes afirmaram que procurarão o consórcio responsável pelo estádio para que haja um desconto nas entradas para os sócios do clube. Schmidt assegurou que “este direito será garantido” já que “o Bahia precisa ter condições de receber sócios”. Cordeiro também garantiu que já entrou em contato com a arena para rever os valores. Enquanto Tillemont defendeu, igualmente, que os preços precisam ser mudados, devido ao baixo público das últimas partidas do tricolor.
 
Quando o assunto foi a manutenção de Cristovão Borges, mais uma vez os candidatos expuseram a mesma opinião. Rui Cordeiro afirmou que, de início, optará por manter Anderson Barros no cargo de diretor de futebol. O dirigente chegou ao clube contratado por Marcelo Guimarães Filho após a saída de Paulo Angioni. Os três entendem que a campanha do Bahia é aceitável, pelo cenário administrativo que a agremiação se encontra. “Se não é a ideal, é pelo menos aceitável. Cristovão está tirando leite de pedra”, destacou Tillemont. Schmidt afirmou que irá propor ao comandante Cristovão que prolongue seu contrato até 2014, “para dar segurança ao profissional”. No entanto, atualmente, o acordo do técnico já é válido até este período. 
 
No segundo bloco, os candidatos responderam a perguntas feita pelos adversários e o foco foi a dívida do clube. Tillemont argumentou que “nenhum dos três tem o conhecimento da real situação do Bahia”. Schmidt destacou que só saberá de todas as dívidas a partir do momento da conclusão da auditoria, mas reforçou que a situação é caótica. “É uma situação realmente caótica e faz existir medidas drásticas: cortar e controlar as despesas. Acabar com a esculhambação que existe no Bahia. Não existe planejamento. Nós temos que trabalhar com cota e aumentar as receitas, que já começou a existir com os novos sócios que entraram”, comentou. 
 
Com a proximidade do fim do debate, as provocações apareceram. Antônio Tillemont optou por usar suas considerações finais para atacar o candidato Fernando Schmidt. O concorrente afirmou que “o escritório de advocacia de Walton (vice de Schmidt) é o que tem mais ações contra o Bahia” e ainda citou o PT. “O presidente será Fernando Schimidt porque o governo quer. Mas você torcedor poderá optar pelo novo”, disparou. Em resposta, o candidato, atualmente Secretário de Relações Internacionais do Governo da Bahia, bradou: “Quem aponta em mim ato de improbidade? Me prove”. Enquanto isso, Rui Cordeiro, que apontou uma postura mais serena, citou novamente a omissão dos concorrentes, mas declarou que “todos amam o Bahia”. 

Fonte:Bahia Notícias



« voltar



BandeiraSINDICATO DOS ATLETAS PROFISSIONAIS DO ESTADO DA BAHIA

Rua Arthur de Azevedo Machado, Nº 497, Loja 107, Shopping Bahiamar. Costa Azul

CEP – 41760-000  SALVADOR – BAHIA

email: sindapbahia@bol.com.br  skype: sindap.bahia  Tel. 71-3272-1536